sábado, 22 de janeiro de 2011

ARSENAL SPOT CLUBE

EQUIPE DE FUTEBOL ARMADORA DA CIDADE DE SÃO JOSÉ DE MIPIBÚ, ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

ASPECTOS TURÍSTICOS

Casarões históricos

O centro histórico de São José de Mipibu é marcado pela presença acentuada de casarões do período colonial. De propriedade particular, os casarões precisam passar por processos de tombamento para garantir a proibição de demolições ou desfiguração a mais do que já foi feito ao longo do tempo. Para isso, a Fundação Mipibu de Cultura tem projeto de desenvolver ações neste sentido.

Engenhos de Cana de Açúcar

Click to view full size image


- São José de Mipibu ainda possui resquícios que lembram a fase de apogeu que viveu sua economia nos séculos passados. Os engenhos são componentes importantes desta lembrança. O Olho D´água, ainda em atividade, produzindo a cachaça que leva o nome do engenho, é o principal deles. Aberto a visitação desde que programada com os moradores do espaço.


- Temos ainda o Engenho Lagoa do Fumo, cujos proprietários desenvolvem atividades festivas periodicamente, promovendo shows de música popular para apreciadores de um bom som, que podem ainda conhecer o lugar onde nasceu um dos mais importantes ícones do município, o Barão de Mipibu. Localizado na comunidade de Laranjeiras dos Cosmes, distante 9 quilômetros do centro da cidade.

- Na comunidade de Japecanga, na divisa com o município de Parnamirim, está localizado o Engenho Japecanga, que produz rapadura da melhor qualidade. O engenho está localizado a 18 quilômetros do centro da cidade.

Escola Estadual Barão de Mipibu

Click to view full size image


Escola Estadual Barão de Mipibú
Escola Estadual Barão de Mipibú

O prédio onde funciona a Escola estadual Barão de Mipibu, em estilo Neoclássico, é tombado pelo Patrimônio Histórico desde a década de 80. Datado de 1880, o prédio foi doado pelo Barão de Mipibu para funcionar como escola como escola.

Forró do Olho D’água

O município de São José de Mipibu tem hoje como uma de suas principais atrações o Forró do Olho D’água. Promovida no Engenho Olho D’água, a festa acontece mensalmente, havendo meses em que se registra mais de um evento. É feita uma divulgação maciça na imprensa da capital, logo sendo fácil descobrir as datas. Com completa infra-estrutura de palco, som, iluminação bares e muita gente bonita, é hoje a maior festa regular da região, atraindo pessoas de várias partes do Estado. As atrações geralmente são nomes regionais e até nacionais, com bandas que arrastam multidões.

Igreja Matriz

Click to view full size image


Datada de 1888, a Igreja Matriz de Santana e São Joaquim é um dos marcos da religiosidade do Estado. Localizada no centro da cidade, possui imagens de grande valor histórico, além do seu padrão arquitetônico de rara beleza. O lavapo, uma peça em pedra sabão, é tombado pelo Patrimônio Histórico.

Manancial da Bica

Berço da cidade, local onde moravam os Índios da Tribo Mopebu, a Bica é o principal manancial de água potável, abastecendo boa parte da cidade. A prefeitura tem projeto, já aprovado pelo Governo Federal, faltando chegar os recursos, para revitalizar o espaço.

Produção ceramista

A produção de verdadeiras obras de arte em cerâmica é outra atração do município de São José de Mipibu. Com duas lojas - uma localizada às margens da BR-101, proximidades do restaurante do Macedo; e outra ao lado da Igreja Matriz -, os herdeiros da ceramista Marta Job dão continuidade ao seu trabalho. Nas lojas funcionam também as oficinas onde o visitante pode conferir a confecção da peças.

São João em São José

No tocante às festas periódicas, o São João Em São José se destaca como a mais expressiva. Acontece sempre no período de 23 a 28 de junho e já vai para completar duas dezenas de anos de existência. Também com nomes regionais e até nacionais, os festejos juninos mobilizam multidões para a cidade, que pára neste período. Barracas são armadas ao largo do corredor do forró e a economia recebe impacto positivo com a realização da festa.

LIMITES DE SÃO JOSÉ DE MIPIBU - RN

Norte – Município de Parnamirim
Sul – Município de Arez
Leste – Município de Nísia Floresta
Oeste – Municípios de Monte Alegre e Vera Cruz

CONSTITUINTE MUNICIPAL DE 1988

MESA DIRETORA
- José Honório Barbalho – Presidente da Lei Orgânica
- Francisco Vito Neto – Vice-presidente
- Maria Nazaré da Silva Santos – 1ª Secretária
- Ernesto da Rocha – 2º Secretário

COMISSÃO GERAL
- Maria Nazaré da Silva Santos – Presidente da Comissão
- Francisco Pedro de Souza – Vice-presidente
- José Ferreira da Silva – 1º Secretário
- Ernesto da Rocha – 2º Secretário
- Manoel Gomes de Lima – Relator

MEMBROS
- Alexandre Kepler R. Serafim – Vereador
- João Hélio Ferreira Neto – Vereador
- Luiz Barbosa – Vereador
- José Figueiredo Varela – Vereador Suplente
- José Marcos da Nóbrega – Vereador Suplente

HINOI MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DE MIPIBU - RN

Letra do Hino Oficial

Letra de Evandro Gomes da Silva
Música: João Batista de Almeida

São José de Mipibu, terra linda de coqueirais
Em teu seio onde está a tua gente
Terra linda de carnavais, com seus verdes canaviais
Que estarão sempre a embelezar

REFRÃO
Mostrarás tua cultura, teu orgulho e teu esplendor

FONTE: SITE DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DE MIPIBU-RN
Seus artistas, suas famílias, seus poetas
E um povo trabalhador...

São José de Mipibu, para sempre triunfarás
No agreste, no sertão e litoral
Os seus rios, os seus pássaros e a bonita Mata da Bica
Vão ser sempre o jardim do seu quintal

Seus sobrados, suas casas e os Índios de Mopebus
Na lembrança do seu povo ficarão
Os engenhos de outrora e os seus filhos mais ilustres
Para sempre o seu povo lembrará

A HISTÓRIA DE SÃO JOSÉ DE MIPIBU - RN


Imagem da cidade no início do século XX


Fundação 1758

Significado do Nome

Mipibu é uma palavra de origem Tupi que significa surgir subitamente.

Aldeamento

O aldeamento que deu origem ao município, por volta de 1630, já era citado nos relatórios da Capitania do Rio Grande do Norte, como dos mais antigos e populosos. Existiam na capitania, cinco ou seis aldeias, totalizando 750 índios. Os primeiros habitantes foram Tupis e, provavelmente, Cariris. A principal aldeia chamava-se Mopebu.

No final do século XVII, o aldeamento, com vida social em vias de organização, foi entregue aos frades capuchinhos, que ali se conservaram até 1762. Com a instalação da Vila de São José do Rio Grande, em homenagem ao príncipe D. José Francisco Xavier, filho de D. Maria I, os administradores civis assumiram a direção do povoado.

Formação Administrativa

O distrito foi criado por alvará de 03 de julho de 1758, e o município, com a denominação de São José, por alvará de 03 de maio de 1788, confirmado pela Carta Régia de 14 de setembro do mesmo ano. A instalação ocorreu em 22 de fevereiro de 1762. A Lei Provincial 125, de 16 de outubro de 1845, elevou a sede municipal a categoria de cidade, com o nome de Mipibu. Dez anos depois, passou a São José de Mipibu. Na divisão administrativa de 1911, o município, com a denominação de São José de Mipibu, figurou apenas com o distrito-sede, situação em que permanece.

Organização Judiciária

O Termo foi criado em 06 de setembro de 1845 e a Comarca, em 26 de julho de 1875. De segunda entrância, sua jurisdição abrange os termos de São José de Mipibu e Nísia Floresta. O poder judiciário é exercido pelo juiz de direito e o ministério público é representado pelo promotor.

A cidade de hoje

Em São José de Mipibu, que outrora foi palco de grandes eventos e exibições dos folguedos populares em datas festivas, pertencentes ao rico folclore nordestino, hoje a população convive com modernas diversões a cargo das novas gerações.

Ainda hoje a cidade se destaca das demais da região agreste, pela imponência de sua Matriz, seus sobrados e casarões, todos centenários e em estilo colonial e barroco, bem como pela hospitalidade do seu povo com os visitantes que aqui comparecem quando da realização de festas e eventos previstos no calendário anual da cidade.

FONTE: SITE DA PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DE MIPIBU-RN

SÃO JOSÉ DE MIPIBU-RN

A População Total do Município era de 34.912,00 de habitantes, de acordo com o Censo Demográfico do IBGE (2000).

Sua Área é de 293,88 km² representando 0,56 % do Estado, 0,02 % da Região e 0,00 % de todo o território brasileiro.

Seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,67 segundo o Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD (2000)

Área Territorial: 293,88 km²
Fonte: IBGE

Ano de Instalação: 1845
Microrregião: Macaíba
Mesorregião: Leste Potiguar
Altitude da Sede: 58,00 m
Distância à Capital: 31,28 Km
Fonte: Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD

Quem sou eu

Minha foto
SOU POLICIAL MILITAR DA RESERVA REMUNERADA DA GLORIOSA E AMADA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, EXERCI A FUNÇÃO DE DELEGADO DE POLÍCIA NAS CIDADES DE APODI, FELIPE GUERRA,ITAÚ, RODOLFO FERNANDES, GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO, SÃO MIGUEL, DR. SEVERIANO, TENENETE ANANIAS E MARCELINO VIEIRA, ALÉM DE TER TRABALHADO NAS CIDADES DE MOSSORÓ, AREIA BRANCA, SERRA DO MEL, CARAÚBAS E PAU DOS FERROS. AMO A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS E AMO AMO AO MEU PRÓXIMO COMO AMO A MIM MESMO. SOU TORCEDOR DO BARAÚNAS (MOSSORÓ) E FLUMINENSE(RJ, TENHO A POLÍCIA MILITAR DO MEU ESTADO COMO UMA VERDADEIRA MÃE, TENDO EM VISTA QUE FOI NELA QUE PUDE CRIAR MEUS FILHOS E APRENDER UM MONTÃO DE COISAS BOAS.

PORTAL OESTE NEWS

PORTAL OESTE NEWS
JOTA MARIA, JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR